Ir para o conteúdo ↓

Kurt Hahn

31 March 2017

Fundador do movimento UWC

Filho de pais judeus, Kurt Hahn nasceu na Alemanha em 1886, e foi uma das figuras mais influentes na área da educação internacional no século XX. Kurt Hahn estudou na Alemanha e mais tarde em Oxford, mas a Primeira Guerra Mundial obrigou-o a voltar para a Alemanha. O seu interesse de há muito pela educação como uma força para o bem cristalizou perante a destruição que testemunhou durante a guerra. Em 1920, com a ajuda do Príncipe Max von Baden, o último chanceler imperial da Alemanha, Kurt Hahn fundou, na Alemanha, a Salem School, escola que tinha como valores centrais o respeito pelo outro, a responsabilidade pela comunidade e a tomada de consciência da importância do processo democrático para a sustentabilidade de ambos. Em 1933, Kurt Hahn foi exilado para o Reino Unido após ter falado abertamente contra o regime Nazi, e aí fundou a Gordonstoun School, na Escócia, assente em 4 pilares: internacionalismo, desafio, responsabilidade e serviço.

Kurt Hahn desempenhou um papel de relevo na fundação da Organização Outward Bound, na criação do Duke of Edinburgh’s Award e na fundação do movimento UWC. Aquando da sua participação numa conferência no Staff College da NATO em 1958, a cooperação que testemunhou entre países que, anteriormente, haviam sido adversários na Segunda Guerra Mundial foi para ele fonte de inspiração. Pensou que, se fosse possível unir jovens de todo o mundo num só local em que estes pudessem aprender e estudar juntos, poder-se-ia prevenir futuros conflitos. Da convicção de Kurt Hahn de que a educação tem poder para mudar o mundo nasceu o movimento UWC, com a missão de fazer da educação uma força que une pessoas, nações e culturas em prol da paz e de um futuro sustentável. Em 1962, abriu o primeiro UWC, Atlantic College, no País de Gales.

Kurt Hahn morreu na Alemanha em 1974. O Dicionário Britânico da Biografia Nacional descreve Kurt Hahn como “Reitor e cidadão da humanidade”. O seu legado continua a ser um dos mais vitais e importantes na história da educação orientada para a compreensão internacional.

 

“Em minha opinião, a função primordial da educação é garantir a sobrevivência das seguintes qualidades: uma curiosidade empreendedora, um espírito invencível, persistência na procura, disponibilidade para um altruísmo sensato e, sobretudo, compaixão.”

Tagged Key Figures Profile